quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

PAPO REVELADOR!




Revelações ocorreram no Papo com o Machado desta semana. Ricardo Teles revelou, por exemplo que é viciado em Coca-Cola. Revelou coisas sobre sua vida, sua carreira, sua tentativa frustrada de começar a dublar aos 13 anos na Megassom. Revelou até coisas sobre a BKS e sobre a dublagem de Dragon Ball Kai. Não deixem de ouvir!
E na semana que vem, ouçam ao vivo! Quarta-feira, 20 horas.
www.sb4.com.br

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

DESCULPEM POR ISSO!

Quelo patzo já feiz bestêra di novo! Ma, Dio Cristo, o Belo só me faiz passá vergonha, me faiz! O convidado desta semana num é o minino Caio, não é. Isso é maluquice de quelo fesso! Na verdade, o astro de hoje é quelo minino RICARDO TELES. Io tô aqui avisando vocêis e dizendo pra escutá por causa do Ricardo. E do Caio Cesare, o grandon. E dos minino que o Belo chama de lanchinho. Porque por causa do Belo eu ia dizê pra vocêis desligá o computador. Já se viu uma coisa dessa? Trocá os convidado? Eh, me dá uma vergonha danada!

HOJE - 20 HORAS - AO VIVO!
www.sb4.com.br

VOZES QUE LANÇAM VOZES!

Nos últimos anos, muitas vozes novas surgiram no mercado de Dublagem de filmes. Grande parte delas veio de cursos que preparam essas vozes pra difícil tarefa de transpor obras cinematográficas de maneira completa e correta para o público brasileiro. E um dos cursos de maior reputação em São Paulo é dirigido pela dona de uma voz que, além das telas de nossas televisões, também já soou em teatros, programas de TV, rádio, por todo o país: Zodja Pereira! Pra falar de sua vida e dos mistérios da Dublagem é que a voz dela vai ecoar também em nosso programa. Na área musical, teremos a presença de Rodrigo Stem!
Sexta-feira, 20 horas, AO VIVO!
www.tvgeracaoz.com.br

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

ME DÊ UM NOVO PERSONAGEM PEGASUUUU!


Dezoito anos depois da grande explosão de Cavaleiros no Zodíaco no Brasil, surge um novo personagem que promete ser o centro das atenções na nova saga: Kouga de Pégaso. Como sempre, os fãs da série se voltam para a questão prática, a possibilidade de contato direto com personagens clássicos ou novos personagens. E os donos das vozes são fundamentais para esse contato, quando se trata de animação. Afinal, como alguém entrevistaria o próprio Seiya? Hermes Baroli e todos os outros dubladores dos heróis garantiram esse contato e o crescimento do interesse na série durante anos. 
Na nova saga surge um novo herói. Por enquanto um mistério... Na verdade, Kouga de Pégaso é filho do Seiya? Ou as semelhanças são meras coincidências? Essa dúvida e muitos outros assuntos (alguns até pessoais) serão discutidos durante o Papo com o Machado desta semana com a voz do novo herói adolescente: Caio Guarnieri.
Com esse sobrenome italiano, é provável que seu Gumercindo atrapalhe um pouco tentando cantar Funiculi Funicula pra ele. Mas o grande Caio César vai garantir que o programa aconteça com tranquilidade. Afinal, Caio com Caio se entendem!
Quarta-feira, 20 horas, AO VIVO

domingo, 27 de janeiro de 2013

VOZES QUE FALAM DE CHAVES!


Por décadas vimos rostos mexicanos e vozes brasileiras encantando gerações com inteligência e humor simples mas sempre funcional. Mileine Aliaga juntou tudo com uma nova geração de atores. Rostos, corpos e vozes novas parodiando as tradicionais, revivendo piadas clássicas temperadas com brincadeiras atuais, trazendo aos palcos do Brasil uma releitura e uma homenagem à série que ainda agrada o público brasileiro: Chaves. E é sobre esse projeto que ela fala no Vozes desta semana.
Paulinho Dias, uma voz que canta e conta histórias, fala de nossa gente, da nossa terra, dos sonhos, das esperanças, da luta e da determinação de um povo que, apesar do que dizem, ainda se encanta com boa música.
Gláucia Franchi entrevista dois mímicos, num divertido papo silencioso em A VOZ DA RUA. E um novo herói surge para cobrar seu espaço na constelação de astros na luta do bem contra o mal em ISTO FALA. Que, por sinal, ainda traz, de quebra, um papo com Tânia Gaidarji.
VOZES - Na próxima semana, assista ao vivo. Sexta-feira, 20 horas.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

PAPO DE TERROR!

No Papo desta semana, Rita Almeida contou várias coisas sobre várias atividades que exerce. Além dos trabalhos em dublagem, conversamos sobre a prática de arco e flecha, sobre kung fu e até sobre as noites de terror das quais participou. Quer saber do que se trata? Ouve aí!
E o desafio continua. O que está errado no papo da Família Zoró? Se descobrir, responda pela nossa página do Facebook. O primeiro a acertar, pode ir à rádio na próxima quarta-feira buscar seu e-book Versão Brasileira autografado!
E, na próxima semana, ouça ao vivo! Quarta-feira, 20 horas.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

VOZES QUE GRITAM “GENTALHA!”

A série Chaves é, sem sombra de dúvida, um grande fenômeno da televisão latina. Começou na década de 70 e se mantém como sucesso até hoje em televisões de vários países, em vídeos, em DVDs. No Brasil criou uma legião de fãs que só se compara a algumas torcidas de grandes times. A partir da série foram lançados brinquedos, revistas em quadrinhos, músicas, desenhos animados e espetáculos teatrais. Seus personagens já se tornaram clássicos e, apesar de ainda reverenciarmos seus criadores, Chaves, Quico, Chiquinha e todo o pessoal da vila ganharam vida própria e têm imitadores em todos os lugares. Uma nova geração de atores resolveu recriar o universo da vila do Chaves no palco, respeitando piadas, gestos, bordões, maneiras de falar, mas trazendo as situações para um ambiente mais atual. E Mileine Aliaga é a diretora desse projeto que deu voz à idolatria de uma geração proporcionando à seguinte uma aproximação mais física com os personagens e com o humor clássico de Roberto Gomez Bolaños. Além de ser a dona Florinda no palco! Junto com ela, Victor Cassoni, o Quico da peça, estará no programa. Não necessariamente com sua voz!
Paulinho Dias define a si mesmo como “um menino que possui um tímido coração que joga pela verdade e só quer que a dúvida dê lugar a fé”. Vozes o define com um grande compositor e uma voz forte cantando o que é bom de se ouvir.
Glaucia Franchi, desta vez, exagera e faz uma entrevista com gente que não fala no quadro A VOZ DA RUA. E no ISTO FALA, a voz que vai se fazer ouvir é a da Bulma!
Dá pra não assistir? Sexta-feira, 20 horas, AO VIVO!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

PAPO DE DESCOBERTAS!

Morena sensual, menina sapeca, cantora, atriz, perita em arco e flecha, bonequeira, mestre em artes marciais... afinal, além de dona da voz delicada de filmes e desenhos, quem é realmente Rita Almeida? É o que vamos descobrir no Papo com o Machado desta semana. Seu Gumercindo já está se preparando pra interferir a toda hora em defesa "da minina", mas acho que neste caso é ela quem pode proteger o velho ranzinza! O grande Caio César vai, como sempre, manter a ordem dentro do estúdio.
Como ninguém escreveu sobre o erro na Família Zoró da semana passada, vamos dar outra chance... vamos reprisar o episódio da galinha. Preste atenção, descubra o erro e escreva a resposta na página do programa no Facebook. O primeiro a acertar ganha o e-book Versão Brasileira autografado.
Quarta-feira, 20 horas, ao VIVO.

sábado, 19 de janeiro de 2013

VOZES NO MUNDO DOS QUADRINHOS.

Rodrigo Febronio, o homem do Banca de Quadrinhos, falou sobre o desenvolvimento do programa ao longo de quatro anos e deu dicas muito boas de quadrinhos nacionais. No quadro ISTO FALA, Tatá ficou sabendo que a primeira voz do Poseidon de Cavaleiros do Zodíaco, pertencia a Flávio Dias. Beatrys Martelli Machado (a neta número quatro) ajudou a contar a nova promoção do programa. Assista e saiba como ganhar um e-book Versão Brasileira autografado. 
ATENÇÃO:
A SENHA QUE VOCÊ VAI OUVIR NO PROGRAMA PARA GANHAR O E-BOOK
É VÁLIDA SÓ PARA A SEMANA DE 19 A 25 DE JANEIRO.
Italo Lencker fala das dificuldades e das alegrias no mundo musical brasileiro e mostra uma de suas belíssimas composições. Gláucia Franchi, no quadro A VOZ DA RUA, bate papo com uma estátua viva na Avenida Paulista, em São Paulo.

Na próxima sexta tem mais VOZES ao vivo, às 20 horas!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

VOZES EM QUADRINHOS?

Por quatro anos a produção de quadrinhos nacional e mundial teve uma voz independente na televisão brasileira: o programa BANCA DE QUADRINHOS.
O apresentador Rodrigo Febronio, um dos comandantes do Banca, vai falar do mundo dos quadrinhos, das mudanças no programa, das indicações para prêmios e dos projetos para este ano.
Ítalo Lencker vai soltar a voz na parte musical do programa.
No quadro ISTO FALA teremos a volta do Tatá com muita pressa pra conseguir seu boneco da semana. E preste atenção ao quadro porque haverá uma promoção na qual você pode ganhar um e-book Versão Brasileira autografado!
Gláucia Franchi, estranhamente, vai conversar com uma estátua no quadro A VOZ DA RUA!
Não perca o VOZES desta semana! Sexta-feira, às 20 horas, AO VIVO!
www.tvgeracaoz.com.br

PAPO CONFUSO, MAS DIVERTIDÍSSIMO!



O começo do Papo com o Machado desta semana foi meio confuso. O equipamento, do nada, resolveu não responder. Depois, acho que de tanto ouvir resmungo do Gumercindo, decidiu funcionar direito.
O papo com a Lúcia Helena foi divertido e agradável, como já era de se esperar. E contamos com a participação surpresa, por livre e espancada vontade, de Bruno Mello!
Tivemos ainda a volta de Caio César ao microfone, depois de circular pelos estêites fazendo dedinhos com o ET.
Estreamos o quadro A FAMÍLIA ZORÓ. O Tatá aparece com uma novidade que surpreende o vovô Atanásio. Mas parece que o Cidão não entendeu a temática da coisa. No meio de tudo isso há um grande erro. Se você descobrir o erro é só escrever lá na página do Papo (clique aqui). O primeiro a acertar pode ir na próxima quarta ao estúdio da SB4 pra retirar seu e-book Versão Brasileira autografado.
Na próxima quarta, ouça ao vivo, às 20 horas.
www.sb4.com.br

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

PAPO CABEÇA NEM PENSAR. NEM DE FILME CABEÇA ELA GOSTA!

Lúcia Helena é a convidada da semana do Papo com o Machado. Vai falar de muita coisa, da infância, do começo de carreira, de personagens famosos e da sua aversão aos filmes cabeça. Na verdade, essa aversão todo mundo tem um pouco, só não gosta de admitir.
Seu Gumercindo, agora que apareceu na TV, deve estar insuportável. Esperamos que o Caio César volte ao estúdio pra aliviar a tensão.
Além disso, temos a estréia do quadro FAMÍLIA ZORÓ. Ouvidos atentos pra descobrir o erro no papo deles. Quem achar, deve escrever na página do Papo com o Machado no Facebook. O primeiro a acertar a resposta, pode ir buscar seu exemplar do e-book Versão Brasileira autografado na SB4 na quarta feira seguinte!
Nesta quarta-feira, 20 horas, AO VIVO!

sábado, 12 de janeiro de 2013

VOZES - JASPION BRASILEIRO SALVA CRIANÇAS!

No Vozes do dia 11 passado, o mestre Adriel Almeida, o Jaspion Brasileiro, conta detalhes dos tempos do Circo e fala das artes marciais no Brasil. E, de quebra, entra em ação, salvando duas crianças de perigosos vilões! 
Seu Gumercindo Castreoto faz sua primeira aparição no programa no quadro ISTO FALA!
O cantor Ricardo Ferrara fala de sua carreira e de como sua formação em filosofia interfere no seu trabalho musical. Gláucia Franchi mostra uma galerinha que dá um show de forró em frente ao Teatro Municipal de São Paulo no quadro A VOZ DA RUA.
O programa VOZES vai ao ar, ao vivo, toda sexta-feira, às 20 horas.
www.tvgeracaoz.com.br

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

PAPO COM O MACHADO, APESAR DE TUDO, VOLTOU!

Aos trancos e barrancos, com problemas na transmissão, alterações de sistemas e tudo mais, o Papo com o Machado desta semana foi ao ar! 2013 começou para o Papo. E começou bem, com Roberto Leite falando de tudo um pouco, do que pensa e do que espera da Dublagem brasileira, de teatro, projetos de recuperação do centro paulistano, até de assalto se falou nesse programa.
Caio César ainda está nos estêites fazendo dedinho com o ET, por isso não pudemos contar com seu auxílio luxuoso.
Enquanto isso, Fernando Rocha fazia as vezes, entretendo o convidado. Tentou até fazer dedinho com ele, mas não rolou.
Está tudo lá em cima, na gravação do programa. Por causa dos trancos e barrancos citados no início, perdemos alguns minutos do começo, mas todo o resto está lá!
Na próxima quarta, às 20 horas, estaremos lá de novo, ao vivo!
www.sb4.com.br

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

JASPION BRASILEIRO EM AÇÃO!

No VOZES da próxima sexta, além do papo com Adriel Almeida e da música de Ricardo Ferrara, teremos cenas de luta com o Jaspion Brasileiro. Junto com o Adriel, que será o herói da cena, participam alunos dele (sendo um deles o próprio filho) e a Beatrys (minha neta número quatro, como diria o Sílvio Santos). As cenas foram gravadas no Parque do Carmo.

Ação, música, diversão e bom papo. Programa VOZES.
Sexta-feira, 20 horas, AO VIVO!
www.tvgeracaoz.com.br

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

INFERNO ASTRAL?


     Há quem acredite que os dias que antecedem o aniversário de uma pessoa são os piores do ano pra ela. Estou há poucos dias do meu aniversário. No momento em que fui roubado na rodoviária do Jabaquara, no instante em que perdi duas câmeras (sendo uma delas emprestada), dois microfones, cabos, fones, fitas, baterias, carregadores, tudo o que uso em boa parte das minhas atividades atuais, fiquei perdido. Fiquei sem ação. Nem conseguia pensar direito. Nos momentos seguintes, essa ideia veio à minha cabeça. O tal do inferno astral. A proximidade do meu aniversário.
     Postei o acontecido no Facebook mais como um hábito de comentar o que acontece. E como um desabafo. Em seguida a isso, veio uma enxurrada de mensagens de apoio. Poucas horas depois surgiram amigos que puseram tudo o que tinham à minha disposição, não só materialmente. Me deram também seu tempo, ajuda física, presença. Sinceramente, se isso é o meu inferno astral, o ano de 2013 vai ser um paraíso!
     Obrigado a todos! Neste momento meus projetos têm sido a minha vida. Vocês estão mantendo essa vida em andamento.
     Aquele ladrão do Jabaquara levou algumas coisas importantes de mim. Mas ele não tem ideia de quanta coisa realmente importante ele me deu a oportunidade de perceber que eu tinha. E essas não podem ser roubadas!

sábado, 5 de janeiro de 2013

VOZES DO ORIENTE

     As artes marciais orientais se instalaram no Brasil há décadas. Séries como O Besouro Verde, National Kid e Kung Fu, filmes como os de Bruce Lee, Chuck Norris e Jackie Chan e animações como Street Fighter e Cavaleiros do Zodíaco ajudaram bastante na difusão dessa arte-esporte. Na década de 80, uma série em particular explodiu nas telas do Brasil e fez crescer mais ainda o interesse pelas coisas do Oriente: JASPION! Em pouco tempo, o herói intergaláctico saiu das telas da TV e saltou direto para o picadeiro de um circo. O Circo do Jaspion percorreu todo o país levando lutas inesquecíveis e efeitos especiais mágicos ao vivo para toda uma geração. ADRIEL ALMEIDA estava lá. Desde o princípio. Essa voz do passado que um dia foi o Jaspion Brasileiro e hoje continua divulgando as artes marciais como mestre em academia vai contar coisas daquele tempo no programa VOZES desta semana.
A voz de RICARDO FERRARA vai aliviar a tensão das lutas com romantismo na parte musical do programa e os quadros ISTO FALA e A VOZ DA RUA vão trazer boas surpresas.
NÃO DEIXE DE ASSISTIR!
Sexta-feira, às 20 horas, AO VIVO!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

FELIZ ANIVERSÁRIO!

     14 de janeiro de 2020. Artur está feliz. Não só porque nesse dia está completando dezessete anos. Ele está feliz porque ganhou o maior presente de aniversário que poderia ganhar nas circunstâncias em que sobreviveu até chegar a essa idade. Um prêmio!
     Artur nascera na rua Alba, perto do Jabaquara, lugar pobre, cheio de tristezas e misérias, mas também cheio de crianças e, a cada geração, de esperanças de vida melhor. Lugar cheio de fé em promessas.
     A mãe do Artur tinha muita fé. Nas promessas dos políticos que em épocas de eleições diziam que tudo iria melhorar e nas palavras do pastor da pequena igreja que se instalara na favela havia alguns anos. Já o pai do Artur não era um homem com tanta fé assim. Tinha crescido em outra favela, se mudou para aquela região ainda bem jovem, ali conheceu a esposa, ali se casou com ela, ali os dois tiveram o Artur e seus quatro irmãos. A vida em duas favelas diferentes mas tão iguais, a repetição das promessas de candidatos e de autoridades sem o devido cumprimento e a sensação de que Deus andava cuidando mais dos candidatos do que dos moradores da favela, tudo isso havia minado qualquer possibilidade de fé no pai do Artur.
     Quando ocorreu o grande incêndio em que perderam quase tudo, Artur tinha nove anos. Naquele momento, o pai do Artur, que já havia perdido a fé, perdeu também a esperança. Enquanto a esposa rezava e agradecia a Deus por não ter perdido os filhos na tragédia, ele saiu e foi procurar os dois amigos do boteco que, uma semana antes, tinham feito uma proposta pra ele. Um... serviço. Era moleza. Posto de gasolina. Dinheiro bom, grande e fácil. Mas tinha que ser feito em três. O pai do Artur, em desespero, foi dizer aos dois que topava. Naquela noite, os três atacaram o posto. O pai do Artur entrou de cabeça na ação. Com toda a fé nos dois amigos. E mais uma vez sua fé foi traída. Deu tudo errado, o funcionário do posto estava armado, troca de tiros, ninguém morreu mas o pai do Artur ganhou uma bala na perna. A polícia chegou. Os dois amigos fugiram. Nem ao menos olharam pra trás. O pai do Artur não conseguiu correr. Foi preso e condenado. Assalto a mão armada. Pena de quatro a dez anos. Se entregasse os comparsas poderia ter redução. Ele se recusou. Pegou os dez anos.
     Aos nove anos Artur havia perdido a casa onde morava, as poucas coisas que possuía e a presença do pai. Assim Artur seguiu sua vida. A mãe trabalhava em casas de família e ele ficava cuidando dos irmãos mais novos. Antes de completar dez anos tinha sido elevado ao posto de Homem da Casa.
     As coisas nunca ficaram realmente boas, mas a casa foi reerguida, a família tinha o que comer, a mãe continuava trabalhando, Artur e os irmãos iam à escola. O garoto, obrigado que fora a uma compreensão do mundo maior do que se exigia de alguém daquela idade, às vezes se espantava com as coisas que ganhavam. A mãe aparecia com brinquedo novo, com comidas de preços proibitivos para eles, roupas usadas mas em excelente estado. Não compreendia como a mãe conseguia aquilo tudo com o que ganhava fazendo faxinas.
     O que Artur não sabia é que seu pai havia mandado um recado pros amigos traidores. Ele ia segurar a barra lá dentro, calado, sem entregar ninguém, mas aqui fora os dois tinham que cuidar da família dele. E os dois, com medo da delação, cumpriam a exigência. De cada... serviço que faziam, uma parte era entregue pra mãe do Artur. Ela não tinha muita certeza da origem daquelas coisas mas a necessidade fazia com que não prestasse muita atenção nisso. Ela se contentava com o fato de não ter feito nada de errado. Se outros fizeram não era problema dela.
     No ano seguinte, no dia 14 de janeiro, ao completar dez anos, Artur ganhou um presente de aniversário inusitado. Era um aparelho estranho, ele não sabia nem pra que servia. Os amigos do pai explicaram pra ele que era uma câmera. Gravava vídeos. O que os amigos não explicaram é que aquela câmera, dez dias antes, estava dentro de uma mala de um otário que se distraiu na rodoviária do Jabaquara. Um deles falou com o otário e, enquanto ele respondia, o outro passou depressa, apanhou a mala e sumiu no meio da multidão. Ficaram dez dias com aquela câmera guardada, sem conseguir vender pra ninguém. Resolveram que tinha sido um mau negócio, que aquilo não ia virar dinheiro. Decidiram usar a máquina inútil pra cumprir o pagamento do mês.
     Em pouco tempo Artur aprendeu a operar a câmera. Aos onze anos já fazia com que a máquina rendesse algum dinheiro pra família. Gravava festas de aniversários, batizados, casamentos, festas de escola, levava tudo pra um rapaz da lan house que sabia mexer com as imagens no computador, fazia um DVD e cobrava baratinho dos clientes locais, dando uma parte pro amigo editor. Aos doze anos, já com um dinheirinho guardado, vendeu a velha câmera, acrescentou um pouco do dinheiro que tinha e comprou uma melhorzinha. Além dos serviços, começou a fazer pequenos filmes. Ele nem sabia que se chamavam curtas-metragens. Fazia filmes com historinhas que ele mesmo inventava, usava os irmãos e amigos da rua Alba como atores e mostrava pros vizinhos.
     Aos treze anos resolveu fazer um filme maior. Com a ajuda de um professor, criou um roteiro mais elaborado, filmou, levou pro amigo da lan house, editaram e exibiram no telão de escola. Todos gostaram muito. O professor que havia ajudado disse pra mãe do Artur que o menino tinha talento e que poderia ser um bom cineasta. A mãe não entendeu direito o que aquilo significava mas se interessou quando o professor comentou que ele poderia ganhar um bom dinheiro com filmes.
     Aos quinze anos Artur começou a participar de festivais importantes. Seus filmes ainda não tinham a qualidade necessária, mas o velho professor, o amigo da lan house e outros amigos que foram surgindo nos anos que se passaram foram ajudando, cada um colaborava com o que sabia, Artur assimilava tudo muito rapidamente, começou a ler sobre cinema, a prestar atenção aos filmes e vídeos a que assistia e, um mês antes de completar dezessete anos inscreveu um filme num grande festival. O prêmio em dinheiro era bom e ainda ganharia o apoio de leis de incentivo para a produção de um longa-metragem.
     No mês seguinte, exatamente no dia 14 de janeiro, Artur estava na platéia da entrega do prêmio, ansioso, angustiado. A mãe e os irmãos sentados perto dele, roendo as unhas.
     O apresentador do evento era um artista contratado pra essa finalidade. Artur o conhecia porque já tinha visto na Internet. Além de ser um velho profissional de voz conhecido, tinha programas e vídeos espalhados por toda a rede.
     Quando o velho apresentador disse o nome completo do Artur, ele quase não conseguiu se levantar para ir até o palco. Lá em cima, ainda não acreditando que tinha sido agraciado com o primeiro prêmio, ouviu do apresentador que ele se sentia feliz em entregar o prêmio a um jovem tão talentoso no dia do aniversário de ambos. Uma incrível coincidência. Quarenta e nove anos separavam as duas idades, mas Artur fazia aniversário no mesmo dia do homem que ali estava entregando o prêmio a ele.
     Mas esse dia feliz para duas pessoas tão distantes no tempo teve mais coincidências do que se podia imaginar. Um dos dois amigos do pai estava presente à premiação já que, com o contato constante durante os anos, havia começado a namorar a mãe do Artur, supostamente em segredo. O apresentador não tinha idéia de nada além do que estava escrito na ficha que recebera. Artur não tinha idéia de nada além de sua própria história, de como tinha chegado até ali e de que fazia aniversário no mesmo dia daquele senhor. Mas o amigo do pai do Artur, o namorado secreto da mãe do Artur, sabia. Ele nunca esqueceu daquele rosto. O rosto do homem que ele distraiu para que o comparsa pudesse roubar a mala na estação rodoviária do Jabaquara. A mala que continha uma câmera que eles não conseguiram vender.

PAPO DE VOLTA!

O Papo com o Machado volta na próxima quarta-feira, dia 9 de janeiro. E volta com algumas novidades. A primeira delas é o tempo. Vamos das 20 às 21 horas. Uma hora a menos por semana dá menos chance pro Gumercindo falar besteira. Também teremos um convidado por semana. O convidado da volta será Roberto LeiteVamos falar de teatro, cinema e, curiosamente, de teatro sobre cinema também!
Esperamos que a galera continue aparecendo no estúdio pra participar ao vivo da bagunça!
Nesta semana não teremos o auxílio luxuoso de Caio César porque ele ainda estará em sua viagem de férias e só deverá voltar pro programa do dia 16.
Outras novidades como novos quadros e novos concursos vocês vão descobrir ouvindo o Papo na próxima quarta, dia 9, às 20 horas, AO VIVO!

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

VOZES EM SANTOS

Nesta semana o programa VOZES deve ir até Santos para um papo ligeiro com uma grande voz do cenário nacional. Trata-se se SÍLVIO NAVAS.
Ele irá participar como entrevistado relâmpago do quadro ISTO FALA! De qual dos famosos personagens que ele dublou iremos falar? Isso você vai saber assistindo ao programa, todas as sextas-feiras, às 20 horas, AO VIVO, a partir do dia 11 de janeiro pela  TV GERAÇÃO Z.